Abercrombie & Fitch faz feio mais uma vez nas redes sociais



Depois
de colecionar protestos em blogs este ano, a Abercrombie & Fitch envolveu-se novamente numa situação controversa nas redes sociais. Dessa vez, no entanto, o conteúdo foi produzido pela própria marca: o que deveria ser uma brincadeira de marketing viral tornou-se fonte de rejeição para a grife americana.

A ideia era pegar carona no hit “The Fox”, um vídeo de humor criado pelos irmãos noruegueses Bård e Vegard Ylvisåker, de grande popularidade na web e cujas visualizações aproximam-se da marca dos 60 milhões.

A paródia da varejista de moda foi criada à la Abercrombie: a mesma música, só que cantada por jovens sem camisa, descolados, em forma, e modelos em roupas esvoaçantes. Cinco dias depois de ser postado, o vídeo aparentemente não teve o objetivo esperado: a paródia tem cerca de 2 mil likes, só que 4,5 mil dislikes.

O filme também virou assunto – negativo – nas redes sociais. As críticas, mais uma vez, focam-se no pouco esforço pela diversidade dentro do marketing da grife. No Facebook, um dos usuários respondeu à marca: “O que diz a raposa? Se você for feio, ou gordo, ou os dois, você não pode usar essas roupas”. “Pior vídeo de todos os tempos”, e “A Abercrombie precisa parar” são exemplos de opiniões azedas postadas por usuários no Twitter.

Em 2011, a Abercrombie usou a música “Call Me Maybe” como trilha oficial de uma campanha promocional na qual recruou os mais belos vendedores para cantar sem camisa. O vídeo foi visto mais de 20 milhões de vezes no YouTube, e também teve recepção mista.

Fonte: Exame

Faça um comentário

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *